terça-feira, 12 de julho de 2016

26ª Fevest bate recorde de público e negócios nos cinco dias do evento





A 26ª edição da Fevest - Feira de Moda Íntima, Praia, Fitness e Matéria-prima, realizada em Nova Friburgo, região serrana do Estado do Rio de Janeiro, entre os dias 06 e 10 de julho, recebeu aproximadamente 20 mil visitantes. Segundo balanço do Sindicato das Indústrias do Vestuário de Nova Friburgo, Sindvest, realizador da feira, a estimativa é alcançar R$ 54 milhões de negócios a partir do evento, que reuniu 120 expositores confeccionistas e fornecedores do setor.

De acordo com pesquisa feita durante a feira, o evento recebeu visitantes de todos os estados brasileiros, como Bahia, Ceará, Rio Grande do Sul, São Paulo, Rio de Janeiro, Pernambuco, Espírito Santo, Paraná e Santa Catarina, e de países de todos os continentes, como Paraguai, Angola, China, Bolívia, Itália, Austrália e Estados Unidos.

Segundo a diretoria do Sindvest, a estimativa de negócios gerados para as empresas do Polo de Moda Íntima, a partir da 26ª edição da Fevest, foram bem superiores aos R$ 48 milhões do ano passado. Para se ter uma ideia, no fim de semana, as confecções venderam cerca de 50 mil peças diretamente aos consumidores.

FIRJAN

Segundo a Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (FIRJAN), a região Centro-Norte Fluminense, onde está situado o Polo de Nova Friburgo, exportou 32% a mais de moda íntima em 2015, em comparação a 2014. O valor subiu de US$ 762 mil para US$ 1 milhão.

No segmento de moda, o Polo de Nova Friburgo é responsável por mais de 25% da produção do mercado brasileiro, gerando 20 mil postos de trabalhos, sendo 8 mil diretos e 12 mil indiretos. De acordo com pesquisa da FIRJAN, o setor de moda do estado do Rio possui 26.667 estabelecimentos formais, que empregam 195.797 trabalhadores com carteira assinada. E segundo os organizadores da 26ª edição da Fevest, a feira gerou aproximadamente 3 mil empregos diretos e indiretos.

SEBRAE

A Fevest contou com o SEBRAE, que levou à Feira de Moda Íntima, Praia, Fitness e Matéria-prima uma exposição de outros segmentos econômicos, como é o caso da truticultura, chocolates, cafés regionais, cervejas especiais, cachaças artesanais, além de equipamentos do setor metal-mecânico e das potencialidades turísticas da região.

A iniciativa de dividir os holofotes da Moda com os demais setores partiu do Escritório Regional Serrana I do Sebrae/RJ, que montou seu estande com o tema ‘Vocações Regionais’, com o objetivo de divulgar o que a região tem de melhor e oferecer aos visitantes uma experiência diferente da que eles estão acostumados.

Ações sociais

O projeto ‘Casca de Cebola’, ação que consiste em sensibilizar homens, mulheres e crianças a doarem seus cabelos ao invés de os descartarem no lixo após o corte, utilizam os fios na confecção de perucas para doação à pacientes com câncer. No último dia da Fevest (10), o projeto arrecadou 50 mechas de cabelos dos visitantes, onde foi realizado cortes de cabelo gratuitos. A iniciativa é uma forma de melhorar a autoestima de pacientes que estão passando por um tratamento contra o câncer.

Com a abertura do evento ao público nos dois últimos dias, o Sindvest convidou a Apae -Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Nova Friburgo- para ficar responsável pela bilheteria e toda a renda revertida à instituição, cobrando a entrada no valor de R$2,00.

Fevest 2017

Como Nova Friburgo vem, a cada ano, reafirmando sua posição de Capital Brasileira da Moda Íntima e referência no setor, consolidando-se pelo desenvolvimento industrial da pequena e média empresa no Brasil, o Sindvest já anuncia a 27ª edição para o período de 05 a 09 de julho de 2017, no mesmo formato.



A FEVEST é uma realização do Sindicato das Indústrias do Vestuário de Nova Friburgo e Região (Sindvest), promovida pelo Sistema FIRJAN e Sebrae, com o apoio do Conselho da Moda, Prefeitura de Nova Friburgo, Rede InterTV, TexBrasil, Abit, Apex - Brasil; e organização da Teia de Eventos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário