terça-feira, 6 de dezembro de 2016

Roda de Samba com Tomaz Miranda no Al Farabi



A Rua do Rosário, no Centro, uma vez por mês ferve com uma roda de samba. E a frente desse cenário, fica a cargo o músico Tomaz Miranda, que se encarrega de trazer o mais genuíno ritmo brasileiro – o Samba. Fica incrível, ele põe todo mundo para cantar e dançar. E o melhor, a roda é na rua mesmo, e de graça, acontece das 15h às 19h, no Al Farabi.

Tomaz passeia pelos grandes clássicos, “Disritmia”, de Martinho da Vila, "Sei Lá, Mangueira" do Hermínio Bello de Carvalho e Paulinho da Viola, "Enredo do Meu Samba", de Dona Ivone Lara e Jorge Aragão, intercalando também com o repertório do seu CD. O show ganha reforço de Mauricio Massunaga, no violão, Carol d'Avila, nos sopros, Anderson Balbueno, no surdo, Fred Alves, no pandeiro e Tomaz, no cavaco e voz.


A música transcende a alma de Tomaz. É formado em música – Bacharelado em Arranjo – pela UNIRIO, desde 2011. Com 15 anos, selou seu primeiro trabalho como músico, em uma roda de choro. Sua alusão ao samba fica por conta de Beth Carvalho, Zeca Pagodinho, Aldir e Cartola, que segundo ele: são as suas “referências monstruosas”. Mas também bebe de outras fontes, com os grandes compositores do samba, como Paulinho da Viola, Dona Ivone Lara, Martinho, Noel, Mario Lago, Candeia, Nelson Cavaquinho e as Velhas Guardas das Escolas de Samba. Têm prazer em ouvir os compositores da Portela, da Mangueira, do Salgueiro, do Império Serrano, entre outros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário