quarta-feira, 22 de março de 2017

Negócios voltados para as crianças crescem driblando a crise



A economia brasileira vive um momento difícil atualmente e há empresários que veem no público infantil uma forma de driblar a crise. Segundo o Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística (Ibope) e uma análise do Sebrae, produtos e serviços para este público movimentam R$ 50 bilhões ao ano no Brasil. O segmento infantil apresenta crescimento médio anual de 14%, conforme dados de mercado. O bom desempenho desses empreendimentos acontece por razões que vão desde uma necessidade particular como a paixão pelos pequeninos.

É o caso de Claudiane Lessa, que por acompanhar muito seu filho Davi, de 5 anos, em seus trabalhos artísticos, enxergou uma oportunidade na criação de uma agência mais preparada e focada no público infantil, estimulando a independência e autonomia das crianças, mas, ao mesmo tempo, seguindo uma rotina que respeite o desenvolvimento delas. A agência Meni & Mená Kids atua na capacitação de modelos mirins e é especializada em fornecer elenco infantil e juvenil para trabalhos publicitários.

“A nossa missão é alcançar a excelência na inserção de artistas mirins nesse disputado mercado por meio de uma abordagem com a criança e para a criança”, diz Claudiane.

Recentemente a agência realizou um desfile solidário e um workshop com artistas consagrados, professores e coachs de atores com reconhecida experiência na preparação de crianças e adolescentes para o ramo do entretenimento. A agência ainda realiza oficinas de teatro para esse nicho que cresce cada vez mais.

Formado em Gestão e com MBA em marketing Empresarial, Felipe Moura começou a identificar muita solidez e potencial no segmento infantil. Apaixonado por crianças, sempre amou trabalhar com os pequeninos em várias fases da sua vida e decidiu que montaria seu negócio baseado nisso. Daí surgiu a Violúdico, que hoje é um dos grandes nomes entre os grupos de entretenimento infantil e aulas de musicalização sensorial para bebês.

“A Violúdico cresceu muito, até mesmo na crise financeira, pois os pais realmente não se poupam quando a questão envolve a alegria dos seus filhos. Outro fator que consideramos importante é ter um trabalho totalmente diferenciado e elaborado para atender pais cada vez mais exigentes. Com o acesso à informação, as crianças também se tornam cada vez mais seletivas. Além de oferecer um trabalho primoroso, é preciso saber vender isso”, comenta Felipe.

Além de trabalhar com aulas de musicalização com desenvolvimento sensório-artístico para bebês, o grupo realiza animação lúdica para festas infantis e shows. A Violúdico também aposta muito nas redes sociais interagindo diariamente por Facebook, Instagram e até com canal em YouTube para mostrar seu trabalho através de vídeos, fotos e artigos interessante para seus seguidores", complementa Felipe.

Nenhum comentário:

Postar um comentário