sábado, 20 de maio de 2017

Eu Quero é Botar meu Bloco na Rua



3a Edição - revista e ampliada com novas fotografias, depoimentos e novo formato

Fenômeno de vendas há 17 anos, a biografia do controverso e polêmico cantor e compositor Sérgio Sampaio chega a sua 3a edição recheada de novidades!

A 3a edição da obra traz novos depoimentos de amigos de diversas fases da vida de Sampaio, desde companheiros de sua adolescência cachoeirense, passando por parceiros musicais dos anos 80, até três pessoas muito próximas ao artista na Bahia, propiciando uma descrição mais pormenorizada de seus últimos meses na cidade, pouco tempo antes de seu falecimento, que se deu no Rio, em maio de 1994.

Além disso, uma nova e aprofundada pesquisa foi realizada, de modo a ampliar as informações sobre alguns momentos chave da carreira de Sérgio, como suas atuações nos dois últimos FIC, sua saída da gravadora Phillips e sua ida para a Continental em 1975. Quem leu as duas edições anteriores perceberá, ao longo do livro, diversos outros fatos novos e histórias saborosas.

Sérgio Moraes Sampaio nasceu na cidade capixaba de Cachoeiro de Itapemirim, em 13 de abril de 1947 e faleceu no Rio de Janeiro em 15 de maio de 1994. Foi um cantor e compositor brasileiro e suas composições transitam por vários estilos musicais, indo do samba e choro, ao rock'n roll, blues e balada. Sobre a poética de suas composições, em que se vê elementos de Kafka e Augusto dos Anjos, que lia e apreciava, Jorge Luiz do Nascimento declarou num estudo: "A paisagem urbana em geral, e a carioca em particular, na poética de Sérgio Sampaio, possui a fúria modernista. Porém, o espelho futurista já é um retrovisor, e o que o presente reflete é a impossibilidade de assimilação de todos os índices e ícones da paisagem urbana contemporânea."

No dizer do cantor e compositor Lenine: “Sérgio foi um desses enturmados sem turma, como Tim e Raul Seixas”.

Já o cantor e compositor Zeca Baleiro pontua: "Sergio Sampaio é um compositor brasileiro de trajetória única, cuja história (assim como a obra) é bem pouco conhecida. Este livro tem o grande mérito de lançar luz sobre a vida e a arte deste grande artista, ao mesmo tempo em que pinta o quadro de uma época importante da música popular brasileira."



Trecho da Obra

"Naquele início dos anos 70, Sérgio Sampaio era mais um novo cantor-compositor tentando se firmar no cenário musical brasileiro. Tinha desembarcado no Rio de Janeiro em dezembro de 1967, então como um anônimo locutor de rádio do sul do Espírito Santo. Na pequena, mas orgulhosa terra natal, Cachoeiro de Itapemirim, vivia uma pujante alma lírica, uma tradição de boêmios, seresteiros e poetas.”



Sobre o autor:

Rodrigo Moreira, em um excepcional trabalho de pesquisa, fez um apaixonado resgate da vida do artista, dentro de uma época rica em sua metamorfose, significativa para a MPB, no período dos Festivais da Canção. Em seus relatos existem histórias inéditas e curiosas, de encontros e desencontros entre parceiros musicais, com fotos ilustrativas.

O livro foi escrito com toques de humor e rara sensibilidade, guardando sempre muito respeito e carinho para com a obra do artista.



Eu quero é botar meu bloco na rua!

Autor: Rodrigo Moreira

288 páginas / PB

Formato: 16x23cm

3a Edição - revista e ampliada com novas fotografias e depoimentos

Biografia do cantor Sérgio Sampaio / documentário sobre a MPB no período dos Festivais da Canção.



Mais sobre o livro:

www.editoramuiraquita.lojaintegrada.com.br/eu-quero-e-botar-meu-bloco-na-rua

Nenhum comentário:

Postar um comentário