quarta-feira, 28 de junho de 2017

Do Quênia para O Cluster: consumo que transforma vidas



O projeto Karibu, marca social que promove capacitação e geração de renda para mulheres de baixa renda do Quênia, vai estar presente na próxima feira O Cluster, que acontece no dia 2 de julho, na Casa França- Brasil, no centro da cidade.

A proposta da Karibu, que significa “bem vindo” em Swahili, língua oficial do Quênia, é oferecer profissionalização para as mulheres locais, através de cursos de corte, costura e modelagem. O lucro com a venda das peças é totalmente revertido para o desenvolvimento do próprio projeto e a remuneração das trabalhadoras. Mas o mercado local não oferece demanda para o consumo da produção. E este é o maior desafio da marca: ganhar o mundo e viabilizar retorno financeiro para as costureiras do projeto.

E é com esse objetivo que a idealizadora do projeto, Sue Ellen Mathews, brasileira que abraçou a causa das quenianas que viviam em condições de precariedade no país africano, traz para a feira peças produzidas pelas costureiras que fazem parte do trabalho social, para serem vendidas durante o evento de moda. Mais do que a arrecadação com as vendas na feira, Sue espera que a participação da marca no O Cluster gere visibilidade para o projeto.

Nas araras o público poderá encontrar peças variadas: saias longas em modelo versátil que podem ser usadas como vestido de um ombro só ou vestido frente única, em 10 estampas diferentes; vestidos longos frente única, tubinho mini assimétrico, midi no modelo avental; croppedes; calças no modelo tradicional e pantacour; e bodies em 3 modelos diferentes bordados à mão com pedrarias.

Serviço:: Karibu estreia n’O Cluster

Dia: 2 de julho

Local: Casa França-Brasil

Endereço: Rua Visconde de Itaboraí. nº 78, Centro

Horário: de 13hs às 21hs

Entrada: gratuita

Nenhum comentário:

Postar um comentário