domingo, 15 de outubro de 2017

O Babalowô Ivanir dos Santos participa de encontro com artistas de diversos segmentos culturais, no Teatro NET


Organizado e mediado pelo presidente da Associação dos Produtores de Teatro do Rio de Janeiro (APTR), Eduardo Barata, o debate “Liberdade de Expressão” reuniu ontem, no Teatro Net Rio, em Copacabana, diversos representantes culturais.

O encontro debateu "Liberdade de Expressão", contou com Andréa Pachá, Bianca Ramoneda, Daniela Name, Isabel Lustosa, Ivanir dos Santos, Michel Melamed, Vik Muniz e Viviane Mosé.

O babalawô Ivanir dos Santos, abriu a roda de conversa. Com um legado de combate à intolerância religiosa, Ivanir que é interlocutor da CCIR, vem há anos chamando à razão da sociedade para o perigo de uma ditadura religiosa em um país como o Brasil, que é diversificado, repleto de crenças e laico. A comissão é a única no mundo a reunir diversos credos.

“A intolerância, assim como o racismo, é um fenômeno social construído com o objetivo de cercear os direitos do outro. Compreendemos que a base para uma convivência sadia em nossa sociedade é a alteridade e o diálogo”, afirmou o interlocutor da CCIR.

Foi unânime expressar o descontentamento com os atuais acontecimentos, defenderam a liberdade e fizerem muitas críticas à censura artística no país, assim como, todo tipo de intolerância. Do grupo, saíram diversas propostas, entre elas: articulação para outros debates e ações para envolver a população com a liberdade de expressão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário