Header Ads

  • Últimas Notícias

    HARMONITANGO FAZ SHOW NO TEATRO DA CAIXA NELSON RODRIGUES



    Trio formado por José Staneck (gaita), Ricardo Santoro (violoncelo) e Sheila Zagury (piano) executa clássicos do movimento Tango Novo que comemora, junto com a Bossa Nova seus 60 anos.

    O Harmonitango fará três apresentações no Teatro da CAIXA Nelson Rodrigues, nos dias 13, 14 e 15 de abril de 2018 (sexta, sábado e domingo), às 19h. No programa das apresentações, o repertório do CD lançado em 2017 em homenagem a Astor Piazzolla, que é o primeiro do trio, além de outras obras-primas do músico argentino como as Quatro Estações Portenhas. O projeto tem patrocínio da Caixa Econômica Federal e do Governo Federal.

    De formação inusitada, o grupo é composto por músicos de grande experiência camerística: José Staneck (harmônica), Ricardo Santoro (violoncelo) e Sheila Zagury (piano). Através da fusão de seus estilos, o trio encontra na obra de Astor Piazzolla uma maneira de se expressar de forma emocionante e vibrante, valorizada pela riqueza tímbrica de seus instrumentos e criando uma sonoridade surpreendente.

    A similitude da sonoridade da harmônica com o bandoneon transfere à música de Piazzolla toda a energia de um dos mais importantes compositores do século XX, numa poderosa usina de sons valorizada pelos arranjos e pela execução do Harmonitango.

    "Tanto o bandoneon quanto a harmônica têm origem no mesmo instrumento oriental chamado sheng - voz sublime. Trazer o repertório do grande mestre Piazzolla para a harmônica explorando suas similitudes, torna-o ainda mais intimista e emotivo", explica José Staneck.

    A música de Piazzolla:

    A partir de suas múltiplas influências, Piazzolla bebeu, dentre outras, na fonte brasileira. No início de carreira, em sua ânsia de se tornar compositor erudito, o portenho foi ter aulas com a legendária Nadia Boulanger, mestre de alguns dos maiores criadores do século XX como Igor Stravinsky, Leonard Bernstein, Aaron Copland, os brasileiros Claudio Santoro, Camargo Guarnieri e Almeida Prado, além de nomes fundamentais da música popular moderna, como Egberto Gismonti e Quincy Jones. E foi a própria Boulanger quem lhe incentivou a desistir da carreira erudita e mergulhar de vez no tango, ritmo que tanto o fascinava.

    Com produção de Sérgio Roberto de Oliveira, o CD de estreia do Harmonitango inclui duas das maiores criações de Piazzolla: Adiós Nonino, dedicada ao seu pai que acabara de perder, em 1959; e Libertango, tema consagrado pelas interpretações do compositor e das várias releituras mundo afora. A Libertango se juntam, na gravação, Meditango e Violentango, que pertencem a uma série original de sete tangos (além dos três citados, Novitango, Undertango, Amelitango e Tristango) lançados em único disco, de 1974.

    Em Fuga y Misterio, o compositor resgata suas influências eruditas, onde encontramos uma fuga que integra, originalmente, María de Buenos Aires, uma “ópera- tango” denominada pelo compositor como “operita”. Essa mesma forma reaparece em La Muerte del Ángel, com momentos líricos magistrais.

    Ainda dentro da série Ángel, estão Milonga del Ángel, Resurrección del Ángel e Oblivion, escrita em 1982 para o filme Enrico IV, do cineasta Marco Bellocchio. Já Deus Xango é fruto de um dos encontros de Piazzolla com o saxofonista Gerry Mulligan: o disco Summit (Reunión Cumbre), de 1974. Enquanto isso, Retrato de Milton é dedicada a Milton Nascimento, que Piazzolla considerava como o grande representante da então nova geração de grandes compositores do Brasil.

    Harmonitango:

    Criado em 2010, o Harmonitango já se apresentou em diversas salas de concerto do Rio de Janeiro, Petrópolis, Teresópolis, Nova Friburgo, Brasília, Goiânia, Maringá, Londrina etc, sempre com grande receptividade do público e da crítica especializada. O grupo tem como seu principal objetivo a divulgação da música de Piazzolla e dos grandes compositores brasileiros, tudo com arranjos feitos pelos próprios músicos.

    Ficha técnica:

    Gaita: José Staneck

    Piano: Sheila Zagury

    Violoncelo: Ricardo Santoro

    Produção executiva: Kryka Pujol

    Direção Artística: José Staneck

    Realização: Aplauso Conexão Musical

    Patrocínio: CAIXA e Governo Federal


    Serviço:

    Show Harmonitango

    Local: CAIXA Cultural Rio de Janeiro - Teatro da CAIXA Nelson Rodrigues

    Endereço: Avenida República do Chile, 230, Centro (Metrô e VLT: Estação Carioca)

    Telefone: (21) 3509-9600/ (21) 3980-3815

    Lotação: 400 lugares (08 para cadeirantes).

    Datas: 13, 14 e 15 abril de 2018 (sexta, sábado e domingo)

    Horário: 19h

    Duração: 70 min

    Ingressos: Preço único (plateia e balcão), sem lugar marcado – R$ 30,00 (inteira) e R$ 15,00 (meia). Além dos casos previstos em lei, clientes CAIXA pagam meia.

    Bilheteria: de terça-feira a domingo, das 13h às 20h. (As vendas de ingressos iniciam na terça-feira, dia 10, na bilheteria do Teatro).

    Classificação indicativa: Livre

    Acesso para pessoas com deficiência

    Nenhum comentário

    Post Top Ad

    Post Bottom Ad