segunda-feira, 16 de abril de 2018

Professora baiana é eleita melhor docente de Relações Internacionais da América Latina



Com oito anos de carreira como docente e doze na área de Relações Internacionais, Vanessa Borges vem ganhando destaque pelo trabalho realizado como professora do curso de RI. Doutora em Educação e Contemporaneidade pela Universidade do Estado da Bahia, mestra em Desenvolvimento Regional e Urbano pela Universidade Salvador e graduada em RI e em Administração pelo Centro Universitário Jorge Amado (Unijorge), ela acaba de conquistar um dos mais importantes títulos da área docente: o prêmio de melhor professora de RI da América Latina pela International Studies Association (ISA), uma das mais antigas associações interdisciplinares dedicadas à compreensão de assuntos internacionais, transnacionais e globais.

Para Vanessa – que atualmente coordena o Núcleo de Pesquisa e Extensão em Relações Internacionais (NURI), além de pesquisadora nas áreas de RI e Temas Sociais, Internacionalização de Instituições de Ensino, Cooperação Internacional e Educação –, essa premiação só reforça a importância do trabalho desenvolvido junto aos alunos na Unijorge, aliando teoria à prática e fazendo a diferença na sociedade.

“É uma grande honra fazer parte desse seleto grupo de professores premiados pela maior associação acadêmica de Relações Internacionais do mundo. No entanto, mais importante que isso é saber que esse projeto fortalece a percepção, no estudante, de seu papel social enquanto promotor do desenvolvimento local e, como tal, capaz de utilizar seus conhecimento e formação para mitigar o sofrimento alheio”, afirma.

O trabalho realizado ao lado dos estudantes no núcleo de pesquisa e extensão resultou na elaboração de três Projetos de Lei (PL) que foram apresentados e submetidos a tramitação. Na Conferência das Nações Unidas sobre o Ambiente e o Desenvolvimento, os estudantes elaboraram um PL que prevê a obrigatoriedade de ensino ambiental nas escolas municipais. O plano foi apresentado ao então Vereador Gilmar Santiago, que realizou audiência pública para discutir o tema na Unijorge.

Na Conferência Mundial sobre a Mulher, os estudantes elaboraram outros dois Projetos de Lei. O primeiro prevê a instituição de uma política estadual de atendimento emergencial e de urgência a mulheres em situação de violência física ou psicológica. O PL foi apresentado ao Dep Estadual Adolfo Viana. Já o segundo, prevê a instituição de uma política municipal de atendimento médico humanizado às mulheres trans, que foi apresentado ao Vereador Hilton Coelho.

Em Salvador, o Centro Universitário Jorge Amado (Unijorge) é referência no curso de Relações Internacionais, tendo conquistado a maior nota do Brasil entre instituições públicas e privadas no Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade), além de ter sido avaliado pelo Ranking de Universidades da Folha (RUF) 2014 como o melhor entre todas as instituições privadas das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste.

Nenhum comentário:

Postar um comentário