terça-feira, 22 de maio de 2018

O Passado e presente da canção erudita brasileira



Buscando oferecer um espetáculo impactante e memorável, o Duo Cancionâncias, por meio de extensa pesquisa, percorre um vasto e diverso panorama histórico da canção erudita brasileira, desde o século XIX à atualidade, passando por modinhas, canções seresteiras, cancioneiro de amor, canções com temáticas folclóricas indígenas, europeias e afro-brasileiras, chegando a obras de linguagem moderna, articulando passado e presente, contextualizando as obras com curiosidades educativas. A finalidade é revelar aos públicos mais variados a preciosidade deste repertório, mostrando a brasilidade de diferentes regiões e períodos históricos do país.

O programa do dia 26 de maio de 2018 na Paróquia dos Santos Anjos inclui obras relevantes de Joaquim Manoel da Câmara (1780? -1840?), José Francisco Leal (1792 -1829), Carlos Gomes (1836-1896), Alberto Nepomuceno (1864 - 1920), Alberto Costa (1879-1926), Heitor Villa-Lobos (1887-1959), Ronaldo Miranda (n. 1948) e Edino Krieger (n.1928), algumas com transcrições por Cyro Delvizio.

Horário do Concerto:15h30 - entrada franca

Nenhum comentário:

Postar um comentário