Header Ads

  • Últimas Notícias

    Agência Viralata lança documentário sobre o Palace II



    A Viralata Produções vai lançar, em coprodução com a Globo Filmes e Urca Filmes, o documentário Palace II. Na madrugada de 22 de fevereiro de 1998, domingo de carnaval, parte do prédio Palace II, localizado na Barra da Tijuca, caiu, deixando oito mortos e mais de 170 famílias desabrigadas, uma das maiores tragédias na história da engenharia civil brasileira.

    Hoje, quase 20 anos após a tragédia, o documentário Palace II procura contar a história pela perspectiva dos ex-moradores. O filme ilustra saga do prédio caído: os momentos iniciais desde o primeiro estrondo, da primeira coluna colapsada até a implosão; mas também toda a trajetória em busca de justiça que dura até os dias de hoje. O documentário retrata os principais episódios da luta dos ex-moradores como, por exemplo: as manifestações, a vida no hotel e os meses no garimpo tentando recuperar algum objeto ou fragmento do que restou de seus pertences e resgatar sua memória.

    Este documentário revela os sentimentos e emoções contidos na recuperação diante desta tragédia e discute um problema que é de todos. Além da perspectiva do drama, o documentário analisa os reais motivos da queda, a morosidade da justiça, que até hoje não concedeu a indenização aos ex-moradores e a questão política e judicial evolvendo o ex-deputado Sérgio Augusto Naya, proprietário da construtora SERSAN, responsável pela construção do edifício.

    Acontecimentos que nunca foram revelados ao público serão expostos. Histórias de vidas salvas e vidas perdidas, interesses políticos, juízes heróis e vilões, ameaças de morte, tentativas de assassinato, chantagem e extorsão. Em cada história, em cada lágrima de quem perdeu um ente querido, no sorriso de quem conseguiu se salvar, no desespero de quem perdeu tudo, no alívio de quem viu a vida passar por um triz.

    "Transcorridos 20 anos sem uma solução final em favor das vítimas, a tragédia do Palace II se firma como marco histórico da injustiça e impunidade no Brasil, e como tal deve ser lembrada e evidenciada”, comenta o diretor Rafael Machado.

    A estreia está prevista para acontecer durante o Festival do Rio, em novembro.

    Ficha técnica:

    Diretor: Rafael Machado

    Produtor: Gabriel Correa e Castro

    Direção de Produção: Elisa Petry

    Roteiro: Paulo Fontenelle

    Diretor de Fotografia: Raul Tamayo

    Montagem: Bruno Miod

    Nenhum comentário

    Post Top Ad

    Post Bottom Ad