Header Ads

  • Últimas Notícias

    Congresso Internacional de Krav Maga em São Paulo vai abordar assaltos violentos



    O evento é parte das comemorações dos 50 anos de treinamentos do israelense Grão Mestre Kobi Lichtenstein, o introdutor do Krav Maga no Brasil

    São Paulo vai receber, nos dias 29 e 30 de setembro, o CONGRESSO INTERNACIONAL DE KRAV MAGA – a defesa pessoal israelense - , que será realizado pela Federação Sul Americana de Krav Maga, com o tema “ASSALTOS VIOLENTOS”.

    Voltado aos alunos, praticantes, convidados e ao público interessado, o congresso vai trazer à discussão o papel do cidadão no contexto da violência urbana, além de apresentar o trabalho da Federação Sul Americana de Krav Maga no combate à violência.

    Além de palestras e demonstrações, o CONGRESSO vai proporcionar treinamentos em que serão criadas situações parecidas com as reais do dia a dia – simulação de ataques de dois ou três sobre uma pessoa, com arma ou sem arma, situação de arrastão e outras em que a violência é maior e que exigem maior controle emocional e técnica da vitima.

    O Brasil bate recordes de violência, segundo o Anuário Brasileiro de Segurança Pública 2018, com base em 2017. O documento mostrou que o país registrou no ano passado 63.880 mortes violentas, o maior número de homicídios da história; que sete pessoas foram assassinadas por hora em 2017, aumento de 2,9% em relação a 2016; que o numero de mulheres vitimas de homicídio no ano passado foi de 4.539 (aumento de 6,1% em relação a 2016); que 221.238 foram registros de violência doméstica (606 casos por dia); que foram registrados 60.018 casos de estupro em 2017 (aumento de 8,4% em relação a 2016).

    Um das características desse cenário é o aumento da violência nas ocorrências. Assaltos com morte são cada vez mais frequentes. A antiga abordagem de “a bolsa ou a vida” não existe mais e a banalização da vida humana é crescente. “O objetivo é que os participantes possam vivenciar e compreender de que modo essa arte de defesa pessoal as torna mais atentas e menos vulneráveis à violência”, explica o israelense Grão Mestre Kobi Lichtenstein (faixa-preta – 8º Dan), o introdutor do Krav Maga no Brasil.

    Nenhum comentário

    Post Top Ad

    Post Bottom Ad