Header Ads

  • Últimas Notícias

    Livro infantojuvenil ‘Nuang - Caminhos da Liberdade’ recebe chancela da Fundação Palmares



    O livro infantojuvenil ‘Nuang - Caminhos da Liberdade’, da editora Piraporiando, que conta a história de uma menina guerreira em busca da liberdade, acaba de receber a chancela da Fundação Palmares por sua relevância na difusão da cultura afro-brasileira. A instituição pública é uma das principais referências no país na promoção, preservação e valorização da arte e cultura negras brasileiras.

    Nuang, além de livro, também compõe o projeto Jornada Literária, da Piraporiando, e tem percorrido diversas cidades brasileiras. A história escrita por Janine Rodrigues, fundadora da Piraporiando, fala sobre liberdade sobre o ponto de vista de uma criança. Ela começou a escrever a história aos 9 anos de idade e é o seu quinto livro publicado. A autora fala dos Uthando, um povo conhecido por sua sabedoria, pela honra de suas palavras e por sua beleza preta.

    A personagem Nuang é uma Uthando alegre e talentosa, que gostava de deitar no colo de sua avó e ouvir histórias, até que um terrível acontecimento muda a vida da personagem. A história traz fortes elementos da cultura afrobrasileira e africana, incluindo palavras do tronco grupo etnolinguístico bantu.

    Representatividade nas escolas

    O livro de Nuang foi criteriosamente analisado pela Fundação Palmares para avaliar a real relevância para a cultura negra no Brasil. Segundo a instituição, a publicação e a Jornada Literária que acontece em escolas e centros culturais provocam nos alunos reflexões sobre a história afro-brasileira e contribuem para cumprimento da Lei nº 10.639/2003, que estabelece diretrizes e bases da educação nacional para incluir no currículo oficial da Rede de Ensino Público conteúdos sobre história e cultura afro-brasileira.

    “Esse reconhecimento é bem importante para a gente. Nuang, tanto a história como o projeto cultural, têm muita inserção em escolas. Ter essa chancela reforça o nosso trabalho. É algo de muita representatividade”, destaca Janine Rodrigues.

    Paixão pela leitura

    Janine é apaixonada por literatura infantil e escreve desde a infância. Quando era criança e precisava contar ou pedir alguma coisa para sua mãe, escrevia-lhe cartinhas. Quando era adolescente, ganhava livros do seu cunhado e isso despertou seu gosto pela leitura. Seu livro preferido é o Menino Maluquinho, do Ziraldo, autor muito especial para a autora. Hoje, aos 36 anos, essa carioca divertida e bem-humorada está em sua quinta publicação e está à frente da Piraporiando, negócio social de incentivo à leitura e de proteção à infância, que atua na linha editorial, audiovisual, de artes cênicas, produção cultural, oralidade e tecnologia.

    Deixou um emprego numa grande consultoria para se dedicar ao negócio que une engajamento e empreendedorismo com propósito. Assim nasceu em 2013, a Piraporiando. Mantém um canal do Youtube, que leva seu nome, onde traz temáticas ligadas à literatura, educação e diversidade. E ela não para. Adora criar. Em 2017 seu livro ‘’ As duas Bonecas Azuis’’ deu origem a peça homônima, premiada em 2017, no Festival de Teatro Infantil do Tijuca Tênis clube.Este ano, junto com seu parceiro de arte, Boni, escreveu, produziu e dirigiu o curta experimental de animação ‘O Filho do Vento’. O curta foi selecionado para a Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis 2018. O curta ficou entre os preferidos das crianças e contou com a presença de 750 espectadores em dois dias de exibição.

    Além de escrever livros, tem uma forte atuação no incentivo à leitura, tendo desenvolvido mais de 50 projetos voltados para leitura e diversidade cultural em 16 estados do Brasil e em países como a Colômbia, a Argentina e o Chile. Aproximadamente oito mil crianças alcançadas diretamente ao longo destes anos e quatro mil educadores (familiares professores).

    Seu projeto ‘’ Quem é o autor? ‘’ foi premiado pela Secretaria de Cultura do Rio de Janeiro. A autora recebeu também o Diploma Heloneida Studart, pela Comissão de Cultura da Assembléia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro.

    Nenhum comentário

    Post Top Ad

    Post Bottom Ad